E Se Não For Ela?

Quando a vi, ela estava ali parada, encostada no poste, acho que esperava o ônibus.

Será que ela seria “ela”?

Ela olha para um lado e para o outro, e depois para o relógio, bate o pé, mas não sorri.

Se ela revelasse seu sorriso eu teria certeza.

E se não for ela?

E se for apenas uma miragem?

E se…? E se…? Chega!

Corro na direção dela, atravesso a rua sem olhar para os lados, ouço as buzinas, mas não vejo os carros, só a vejo cada vez mais perto.

Pulo no pescoço dela, e a beijo de uma forma tão apaixonada que nem acredito que tive coragem.

Enquanto penso: “E se não for ela?”.

Ouço: “Porque demorou tanto para atravessar a rua e me beijar?”.

Abro os olhos.

E ela continua lá do outro lado da rua.

Olhando para os lados e depois para o relógio enquanto bate o pé.

E não sorri.

Ah se ela sorrisse, ai sim eu teria certeza.

Anúncios

Dicas, Sugestões, Comentários ou coisa que o valha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: